Livros policiais mais vendidos no mundo

Livros policiais mais vendidos no mundo

Livros policiais mais vendidos no mundo – neste artigo, vamos falar de alguns dos livros policiais ou livros de suspense mais famosos dos últimos tempos. Na verdade dos últimos 100 anos ou mais.

Não vamos levar em consideração nem a vendagem em números absolutos. Nem a cronologia do lançamento de cada obra. Nem mesmo o grau de importância que esta representou em sua época.

O que estará em questão, além de se enquadrar entre os livros policiais mais vendidos no mundo, é a fama, a lenda de cada livro. E, sim, é mais do que provável que eu, por puro esquecimento ou mesmo por preguiça de pesquisar mais profundamente, deixe de fora alguns nomes famosos. Se isso acontecer justamente em relação ao seu livro favorito, já antecipo milhões de pedidos de perdão. E, sim, aceito sugestões. Quanto a críticas… melhor não, né? Quem é que gosta de recebe-las? Eu detesto. Já estou publicando de graça e a pessoa ainda vem me criticar?? – rsss

Livros policiais mais vendidos no mundo – Um fenômeno italiano

O Nome da Rosa, de Umberto Eco, é um dos Livros policiais mais vendidos do mundo. Em princípio muitos nem achavam que a obra se caracterizava como um romance policial. Isso pelo fato de se passar na idade média. Mas sim, ele é um policial (e dos bons!).

Na verdade, eu sempre tive imensa curiosidade de saber por qual motivo, este que é um dos livros policiais mais vendidos no mundo, se chama O Nome da Rosa. Conta-se que depois de terminar de escrever seu baita livro, Umberto Eco criou dez títulos e os submeteu aos amigos. Eles leram todos e por fim, acabaram por eleger O Nome da Rosa. Mas e daí, o que significa isso? De onde ele tirou esse nome? Mais tarde (bem mais tarde) eu descobri. O Nome da Rosa era uma expressão usada, na Idade Média, para expressar o infinito poder das palavras.

Umberto Eco retratou um episódio, passado durante a Idade Média, no qual o riso era considerado, pela Igreja, um pecado. O enredo de O Nome da Rosa gira em torno das investigações de uma série de crimes misteriosos. Todos cometidos dentro de uma abadia medieval. Com ares de Sherlock Holmes, o investigador, o frade franciscano Guilherme de Baskerville, assessorado pelo noviço Adso de Melk, vai a fundo em suas investigações. Apeesar da resistência de alguns dos religiosos do local. Até que então desvenda que as causas do crime estavam ligadas a manutenção de uma biblioteca, que mantém em segredo obras apócrifas, obras que não seriam aceitas em consenso pela igreja cristã da Idade Média.

Livros policiais mais vendidos no mundo – A Rainha do Romance Policial

Assassinato no Expresso Oriente, de Aghata Christie. Não sei dizer se este foi o livro mais vendido da vasta produção literária dessa poderosa escritora inglesa. Mas, sem nenhuma dúvida, é um dos livros policiais mais vendidos no mundo em todos os tempos.

Quando eu era garoto, na década de 1970 do século passado (meu Deus, onde ficou isso??), eu me lembro que o filme baseado neste livro era muito badalado. Todo mundo só falava nele. O livro também. Pois muitas pessoas, depois de ver o filme, queriam ler a história. E o contrário também ocorria. Muitos que já tinham lido o livro, corriam para ver como a história tinha ficado no cinema.

A história é mais ou menos o seguinte: um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano. O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca. Um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos…

Uma escritora mais do que reverenciada

Aghata Christie é a poderosa Rainha do romance policial. Essa super, mega, giga escritora inglesa colocou a literatura policial no andar de cima. Na prateleira nobre da livraria. Se de um lado o americano Edgar Allan Poe criou esse gênero literário, de outro, essa inglesinha sagaz o popularizou nos quatro cantos do mundo.

Aliás, até então o romance policial era considerado um subgênero. Uma categoria de segunda classe. A chamada literatura B. Mesmo hoje, ainda há um enorme preconceito em relação a este segmento literário. Deve ser inveja diante das estratosféricas vendagens que alguns autores alcançam.

E no quesito vendagem, essa inglesinha, nascida em 15 de setembro de 1890, na cidade de Torquay, na costa de Devon, era mesmo foda. Minto: era fodaça! Ao todo vendeu cerca de 4 bilhões de exemplares no mundo todo.

Os números de Aghata Christie são pra lá de impressionantes. Ao todo ela escreveu cerca de 80 livros entre romances e contos. Além de peças de teatro. Alguns de seus livros venderam mais de 100 milhões de exemplares (e ainda continuam vendendo até hoje).

Uma de suas peças, A Ratoeira, ficou mais de 30 anos em cartaz. Mas toda vez que o nome dessa fantástica escritora é citado perto de mim, o que me vem imediatamente à mente é Assassinato no Expresso Oriente. Sem dúvida alguma, um marco na literatura policial mundial.

Livros policiais mais vendidos no mundo  – Este arrebatou milhões de leitores

O Código Da Vinci, de Dan Brown. Sem dúvida um dos livros mais vendidos da História. Estima-se que em apenas 5 anos tenha vendido mais de 80 milhões de exemplares no mundo todo. É um livro que provocou muito barulho. E que gerou muitas discussões no início deste século.

O Código Da Vinci causou polêmica ao questionar a divindade de Jesus Cristo. A maior parte do livro desenrola-se a partir do assassinato de Jacques Saunière, curador do museu do Louvre. Robert Langdon, Sophie Neveu e Leigh Teabing vivem várias aventuras ao tentar desvendar códigos que deem resposta aos enigmas que Jacques Saunière deixou no leito de morte.

A trama do livro envolve desde grandes organizações católicas como o Opus Dei, até a sociedade secreta conhecida como Priorado de Sião. Esta, de acordo com documentos encontrados na Biblioteca Nacional de Paris, possuía inúmeros membros famosos. Dentre eles Sir Isaac Newton, Botticelli, Victor Hugo e Leonardo da Vinci.

Sobre a história contada no livro: Robert Langdon é um respeitado professor de simbologia religiosa da Universidade de Harvard. Ele se dedica a  estudar os símbolos e sua representatividade e influências sobre a humanidade.

Robert vai a Paris para apresentar uma palestra. Durante a sua fala acontece o assassinato do Curador do Museu do Louvre, Jacques Saunière, que queria encontrá-lo para contar sobre o Priorado de Sião. Mas um membro da Opus Dei, encarregado de impedir que Jacques informasse alguma coisa a alguém, lhe deu um tiro antes que os dois possam se encontrar. Mesmo assim, antes de falecer Jacques consegue deixar pistas para que o Professor Langdon e sua neta Sophie se conheçam e possam desvendar o mistério que existe por trás do Santo Graal.

Um autor inteligente e muito bem preparado

Dan Brown é um escritor norte-americano. Seu primeiro livro, Fortaleza Digital, foi publicado em 1998 nos Estados Unidos. A este se seguiram Ponto de Impacto e Anjos e Demônios, a primeira aventura protagonizada pelo simbologista de Harvard, Robert Langdon. Seu maior sucesso foi o polêmico best-seller O Código da Vinci. Mas seus outros cinco livros também tiveram uma grande tiragem. Entre seus grandes feitos, está o de conseguir colocar seus quatro primeiros livros, simultaneamente, na lista de mais vendidos do The New York Times.

O Código Da Vinci, seu maior sucesso, vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo o mundo (até 2009). Ele se tornou um dos livros mais vendidos de todos os tempos. O romance aborda temas polêmicos, como a humanidade de Cristo e seu suposto casamento com Maria Madalena. O Código Da Vinci consiste na segunda aventura vivida pelo simbolista Robert Langdon, principal personagem de Brown. Novamente abordando temas como prelados, seitas e fraternidades, Brown versará acerca de irmandades como o Priorado de Sião, a Opus Dei e a Maçonaria.

Foi considerado pela revista Time uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Seus livros publicados em mais de 50 idiomas.

Livros policiais mais vendidos no mundo – Dos Tribunais para as livrarias

A Firma, de John Grisham. Na história, Mitch McDeere é um advogado recém-formado que recebe uma proposta milionária para trabalhar em um escritório de advocacia. Esses escritoórios nos Estados Unidos são chamados de Firma. Daí o título do livro.  À medida que o tempo vai passando, ele percebe que o escritório, na verdade, serve de fachada para lavar dinheiro da máfia. Todos os advogados que saíram, ou tentaram sair da firma, morreram de forma misteriosa. Ele é pressionado por investigadores que contam as atividades irregulares da sua firma. Mas se cooperar perderá seu registro de advogado por quebrar seu sigilo profissional. Aqui no Brasil, ele no máximo receberia uma cartinha de advertência e caso encerrado.

John Grisham é o sexto escritor mais lido nos Estados Unidos da América. A afirmação é da Publishers Weekly.

Da experiência dos tribunais nasceram livros de sucesso

É ex-político e advogado aposentado. Incentivado por sua mãe, desenvolveu cedo o hábito da leitura. Tornou-se um admirador das obras de John Steinbeck, prêmio Nobel de literatura em 1962. Autor do clássico As Vinhas da Ira.

Escolheu o Direito como área de atuação, tornando-se advogado especializado em defesa criminal e processos por danos físicos. Escrevia nas horas em que o seu trabalho lhe permitia, e logo publicou seu primeiro livro, Tempo de Matar, em 1989.

Seus livros giram sempre em torno de questões de advocacia, e geralmente criticam nuances do sistema judiciário americano e dos grandes escritórios de direito.

Desde maio de 1998 a Universidade do Estado do Mississippi possui uma sala de leitura com o seu nome. Em 2006 figurou na Top 100 Celebrites da revista Forbes.

Hoje ele vive com sua esposa, Renée e suas duas crianças Ty e Shea. É o sexto escritor com mais livros vendidos na década de 2000, segundo a Nielsen BookScan. Ganhou 20 milhões de dólares em 2015. Apenas em 2015! Imagina o que esse cara não faturou nos últimos 20 anos… Ah, meu Deus, por que isso não acontece comigo?

Livros policiais mais vendidos no mundo – O terror da guerra fria

Caçada ao Outubro Vermelho, de Tom Clancy. Na trama um submarino nuclear de última geração, incapaz de ser detectado pelos radares inimigos, é enviado para águas internacionais sob o comando do exemplar oficial Ramius da União Soviética. O Kremlin, porém, não imagina que o nobre comandante pretende levar o submarino e entregá-lo de presente nas mãos do governo norte-americano. Para tanto, o oficial precisa convencer sua tripulação de que cada manobra faz parte da missão sem que descubram suas verdadeiras intenções.

A obra entrou para a lista de best-sellers do New York Times depois que o então presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan elogiou o livro abertamente. A elaboração de cenários militares plausíveis no romance de Tom Clancy foi tão realista que, quase imediatamente após seu lançamento, ele se tornou o autor favorito dos militares dos Estados Unidos. Alguns de seus livros até mesmo se tornaram leitura obrigatória em academias militares dos Estados Unidos da América.

Um suspense que vendeu demais no mundo todo

O livro vendeu igual água. Mas antes do sucesso o autor havia vendido seus direitos autorais por apenas 5 mil dólares. É de dar vontade enfiar os dez dedos e rasgar a bunda. Fala sério!

O ponto positivo é que essa obra abriu todas as portas para Tom Clancy. Mais tarde ele se tornaria um dos escritores mais lidos da América. O problema é se nunca mais ele tivesse conseguido escrever um único parágrafo. Mas isso não aconteceria. Não com ele que é considerado o inventor do “techno-thriller”. Um gênero híbrido literário que funde ação e aventura militar. Ficção de espionagem e ficção científica. Além de realismo social. Incluindo aí uma quantidade desproporcionada de detalhes técnicos.

Dezessete dos seus romances foram sucessos de venda e tem mais de 100 milhões de cópias dos seus livros espalhados pelos quatro cantos do mundo. Enquanto isso, o meu livro ainda não chegou nem ao Paraguai…

O seu nome também é usado por escritores fantasma para argumentos de filmes, livros não-fictícios sobre temas militares e videojogos. Foi coproprietário da equipe de basebol Baltimore Orioles e Vice-Presidente das Atividades Comunitárias e dos Comitês de Relações Públicas.

Livros policiais mais vendidos no mundo – Absoluto sucesso de crítica e público

O Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris. Nessa ficção Clarice Starling é uma jovem agente do FBI escalada para entrevistar um criminoso terrível, inteligente e violento, com a intenção de capturar um assassino em série que está solto, matando mulheres. Como elemento de ligação entre os crimes, apenas uma inusitada pista: casulos de uma mariposa tropical eram encontrados no interior dos corpos das vítimas.

O assassino sequestra a filha de uma senadora, Ruth Martin e, com isso, todo o aparato policial é mobilizado para sua captura.

Para fazer o perfil psicológico do sequestrador, Clarice serve-se de um sociopata, Hannibal Lecter, condenado à prisão perpétua por nove assassinatos e detido há mais de oito anos.

Tem início um jogo de pistas e enigmas que elevam a tensão do filme, onde Hannibal, um ex-psiquiatra que se tornara canibal, consegue engendrar uma espetacular fuga.

O sequestrador que acredita ser uma transexual que, insatisfeita com sua forma física, planeja construir para si uma segunda pele feminina, servindo-se das peles de suas vítimas. Sua última vítima era justamente a filha da senadora, que é aprisionada num poço aberto no porão de uma velha casa.

Seguindo as pistas do psiquiatra-canibal, Clarice passa a concentrar suas investigações na primeira vítima do serial-killer: aquela que despertara sua cobiça deveria viver próximo a ele. Com isso, ela descobre a residência atual de um ex-vizinho dessa vítima e, já indo embora, vê uma mariposa exótica voando no interior da residência, indicando ser aquele o verdadeiro homicida. Tem início uma das sequências mais tensas da obra, que ocorre na escuridão dos porões da casa do assassino.

É claro que o cinema não iria perder essa história

O livro virou filme e foi lançado em 14 de fevereiro de 1991 nos Estados Unidos e arrecadou mais de 130 milhões de dólares durante sua exibição no país. Em todo o mundo, teve bilheteria de 272.742.922 de dólares. Será que algum dia meu livro vai render pelo menos uma fraçãozinha disso?

Foi o terceiro filme a ganhar prêmios Óscar em cinco categorias tidas como as mais nobres: melhor filme, melhor atriz, melhor ator, melhor diretor e melhor roteiro adaptado. Foi também o primeiro ganhador de melhor filme a ser amplamente considerado o melhor filme de terror, e o segundo dessa categoria, depois de O Exorcista (1973). O filme é considerado “culturalmente, historicamente e esteticamente” importante pela Biblioteca do Congresso Nacional dos Estados Unidos e foi escolhido para ser preservado no National Film Registry em 2011.

Thoma Harris fez carreira no jornalismo. Foi repórter de polícia no Waco Tribune Herald durante boa parte da década de 60 e em 1968 passou a Associated Press, onde foi repórter, depois editor.

Todos os seus livros foram adaptados para o cinema (ô inveja!), sendo a mais famosa adaptação o filme O Silêncio dos Inocentes, vencedor de 5 Oscar em 1991.

Os livros que ele escreveu sobre Hannibal Lecter também são muito apreciados e os filmes baseados em seus livros são considerados clássicos por quem gosta das histórias sobre o Dr. Hannibal Lecter. Estes filmes são bastante conhecidos pelo seu suspense e inteligência.

Livros policiais mais vendidos no mundo – Meu sonho…

A Mulher da Quarta-Feira, de Toni Vaz – Bricadeirinha… estou delirando aqui sozinho. Mas se você quiser conhecer a obra deste simples autor que vos escreve, basta clicar no link abaixo e ler 2 capítulos de graça. Aproveita, vai que eu fico famoso, aí acabou essa mamata de ler 2 capítulos de graça.

Conheça A Mulher da Quarta-Feira – Baixe GRÁTIS 2 capítulos

Livros-policiais-mais-vendidos-no-mundo

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *