Qual o valor do livro?

Qual o valor do livro?

Valor do livro — É bom falarmos em custos e preços. Só assim conseguimos ver o verdadeiro valor daquilo que almejamos. Lembrando que valor é uma coisa e preço é outra.

Como assim, Toni??

Preço é o número matemático-financeiro que tiramos do bolso. Valor é aquilo que em geral dizemos: Putz! Valeu cada centavo!

Valor do livro — Na hora de investir em literatura de qualidade, muita gente pensa no preço do livro e do frete. E fica pensando… pensando… até se esquecer do valor e ficar apenas com a pobre ideia do preço na cabeça.

Mas é incrível como todos nós gastamos 5 vezes o preço de um livro em uma pizza. E fazemos isso sem nem pestanejar.

Por que eu digo 5 vezes? Porque atrás da pizza vem o refrigerante (e depois o sorvete) para as crianças, a cerveja para os adultos (que nunca é pouca). Sem falar no custo da gasolina para ir e voltar etc.

Comemos, bebemos e entregamos nosso cartão de crédito nas mãos do garçom sem sequer olharmos para o rosto dele, tamanha a facilidade como gastamos!

É claro que é tudo muito gostoso. Mas o livro também o é. Além de ser uma fonte eterna de informações e não apenas um momento passageiro.

Não há nada de errado em comprar pizza. Principalmente se a família estiver toda reunida. O problema é ficar só na pizza e nunca investir em livros, em seu entretenimento pessoal, em seu brinquedinho particular. E você merece isso! Mais do que ninguém, você merece!

O Valor do livro é aquilo que fica para sempre

O verdadeiro valor do livro está no aprendizado (que vem junto com o entretenimento), que acaba ficando para todo o sempre em nossas vidas.

Depois de alguns livros, ainda que lidos por pura diversão, em geral mudamos nosso ponto de vista em relação a muita coisa nesse mundo.

O valor do livro está em cada atitude ou modo de agir dos personagens, que sempre nos ensinam sobre certos pontos de vista, sobre questões que nunca antes havíamos sequer pensado.

Ou seja, o valor do livro é totalmente imensurável, pois só você pode saber ou dizer o quão importante ele foi ou não em sua vida. O quanto o livro te impactou ou não. Quais as diferenças o livro causou ou deixou de causar em seu modo de ver e de viver a vida.

Por uma série de fatores ao longo de nossa história, sendo o principal deles o déficit educacional, não aprendemos a olhar diretamente para o valor do livro. Em geral, olhamos para o seu preço. Talvez, isso explique por que o brasileiro é um cidadão que lê tão poucos livros ao longo de sua vida.

Precisamos mudar nosso ponto de vista sobre o valor do livro

Logo no início desse texto em fiz uma comparação do preço do livro com o preço de uma pizza e tudo o mais que ela envolve em termos de gastos.

Mas poderíamos citar milhares de outras coisas. Por exemplo: a conta do telefone celular que, em 99% dos casos, é usado com frivolidades, usado para repassar piadas idiotas que, em muitas vezes, ofende este ou aquele segmento de nossa sociedade.

Mas, ao retransmitir tais piadas a pessoa, na maioria das vezes, nem pensa nisso. Por quê? Porque quem não tem o hábito de ler, não aprende a pensar, não aprende a entender o outro, a se colocar em seu lugar.

Passa toda uma vida sem sequer imaginar quais são as dores do outro. E aí… segue ofendendo e machucando sem nem imaginar o quanto. É nesse ponto que verdadeiramente reside o valor do livro.

Conheça A Mulher da Quarta-Feira – Baixe 2 Capítulos Grátis

Livros-policiais-mais-vendidos-no-mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *